Dicas para não cair em golpes de empréstimo


Vai pedir empréstimo? Então não de bobeira! Confira nossas dicas para evitar golpes.

Neste artigo vamos falar sobre como evitar golpes na hora de pedir um empréstimo, seja na forma pessoal ou consignada.

Chegou aquele momento e você decidiu que precisa pedir um empréstimo. Após pesquisar um pouco você é atraído por uma oferta de empréstimo tentadora? Fique atento para não cair em golpes de empréstimo fácil oferecidos principalmente por telefone e e-mail.

Para aplicar o golpe, quadrilhas utilizam documentos falsos para veicular propagandas oferecendo dinheiro fácil, usando indevidamente o nome de instituições de crédito com renome no mercado.

Confira as dicas abaixo e fuja dos golpes!

1 – Desconfie daquelas empresas que oferecem muitas facilidades. Lembre-se que todo banco quer lucrar!

2 – Veja se as taxas de juros cobradas e o Custo Efetivo Total (CET) não irão elevar demais o valor total a ser pago.

3 – Não empreste seu nome para terceiros e não faça empréstimo para terceiros.

4 – Só faça empréstimo por meio de contato telefônico ou site se tiver total certeza de onde está entrando. Hoje algumas empresas já oferecem empréstimo por telefone ou sites de forma legal, por isso não podemos julgar que todos os contratos por telefone ou site são golpes.

5 – Não aceite pagar o empréstimo com depósitos em contas bancárias de pessoas físicas.

6 – Verifique no órgão de defesa do consumidor se há reclamações contra a empresa que está lhe oferecendo o empréstimo. No caso dos empréstimos online consulte o site do Reclame Aqui.

7 – Certifique-se de que as parcelas não irão comprometer seu orçamento, dificultando o pagamento de outras despesas.

8 – Guarde todo o material publicitário. Ele integra o contrato e suas informações devem ser cumpridas.

9 – Informe-se no Banco Central, fone 145, ou pelo site www.bcb.gov.br, se a empresa tem autorização para realizar tais empréstimos.

ALTERNATIVA: Como já sabemos, os empréstimos na maioria das vezes possuem juros elevados. Veja antes se é possível pedia a ajuda de um familiar (caso ele tenha R$ para lhe emprestar), combinando, por exemplo, de pagar juros como os da poupança no empréstimo ou uma taxa menor do que a do mercado. Assim o acordo não prejudica quem empresta e não se torna impagável para quem pede emprestado.

One thought on “Dicas para não cair em golpes de empréstimo

Deixe uma resposta