Servidores do Rio estão impedidos de solicitar novos contratos de empréstimo consignado


Contrato de cessão de uso do software para empréstimo consignado de servidores do Rio de Janeiro não foi renovado!

O contrato de cessão de uso do software para a Quantum Web, que é utilizado pelo governo para empréstimo consignado de servidores do estado, venceu no último dia 20/05. Representantes da empresa se disseram surpresos com a posição do governo, pois alegam que desde o dia 24 de abril tentavam negociar a renovação.

Com isso, os servidores ativos, os inativos e os pensionistas do Estado do Rio não poderão solicitar novos empréstimos consignados em qualquer banco da rede conveniada.

Para os servidores que já têm contratos vigentes com os bancos, não haverá nenhum impacto em relação ao desconto das parcelas, pelo menos é que se diz neste primeiro momento.

Com o fim deste acordo, cerca de 50 bancos conveniados e 200 entidades não financeiras, como associações e sindicatos, estão impedidos de negociar novos empréstimos consignados e fazer a portabilidade de financiamentos já existentes, entre outras transações. Atualmente, mais de 200 mil pessoas — entre ativos, inativos e pensionistas — têm contratos de crédito com desconto direto na folha de pagamento.

LEIA TAMBÉM: Governo quer reduzir margem de empréstimo consignado para servidores

O que deverá ser feito pelo governo?

Servidores do Rio estão impedidos de solicitar novos contratos de empréstimo consignado
Servidores do Rio estão impedidos de solicitar novos contratos de empréstimo consignado.

O jornal EXTRA entrou em contato com o governo do estado do Rio para saber o motivo da não renovação do contrato. A Secretaria da Casa Civil informou, em nota, que fará uma licitação para a contratação de uma nova empresa que faça o processamento dos pedidos de empréstimo e “que seja capaz de transferir tecnologia”.

Ainda de acordo com a pasta, “ao final do processo, o Estado terá condições de executar a prestação do serviço de forma independente”. O governo, no entanto, não informou quanto tempo esse processo levará.

A coluna do jornal também procurou o Bradesco — banco pagador dos salários e dos benefícios do funcionalismo estadual, que consequentemente tem um grande número de contratos de empréstimos — e aguarda que a instituição se manifeste.

Só nos resta agora aguardar as novidades do próximo capítulo…

Para maiores informações, acesse a fonte original da notícia que informaremos logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: Veja como renegociar sua dívida de empréstimo consignado!

Fonte da notícia original: https://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/estado-do-rio-nao-renova-contrato-com-empresa-servidores-ficam-impedidos-de-fazer-novos-emprestimos-consignados-23703231.html

Deixe uma resposta